Gravação de CD/DVD fica mais barata – PC Magazine Brasil – 24/11/2008

Crise, mas que crise?

Por Fernando Souza Filho – 24/11/2008 16:59:02 

Crise, mas que crise? A Nero anunciou o congelamento de sua cotação do dólar em R$ 1,80 para licenças em volume para empresas, gerando desconto de 15% sobre a cotação das últimas semanas. Essa condição especial vale para compras acima de cinco licenças, tanto para o mercado empresarial quanto para os setores educacional e governamental.

O crescimento de vendas no Brasil, superior a 50% nos últimos 12 meses, nos deu escala para oferecer essas facilidades ao consumidor corporativo”, justifica Max Gorissen, principal executivo da Nero no Brasil.

A Nero é reconhecida em um primeiro momento por seus softwares para gravação de CDs/DVDs e back-up, já tem cerca de 300 milhões de cópias instaladas mundialmente e, apesar da crise, não pretende diminuir suas estimativas para 2009. Na verdade, a empresa acredita em um crescimento de pelo menos 30% no próximo ano.

Nossa percepção é que o usuário brasileiro não gosta de software pirata e só vai ao mercado paralelo quando sente que o preço do produto original é desproporcionalmente alto. Estamos oferecendo preços, condições e serviços agregados – como a criação de um serviço local de suporte técnico – que o consumidor reconhece como vantajosos”, explica Gorissen. “A resposta vem sendo muito positiva e os pedidos crescem mês a mês – mesmo após a crise das bolsas.

Deixe uma resposta